Páginas

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

4 am

4h da manhã, sou eu, peito aberto, Saudade escondida.
Apenas eu, aqui na frente da sua porta de pensamentos, sua guardiã.
Apenas eu, aquela em que você aprendeu a imaginar um mundo melhor.
Aquela que transformou tudo em amor, aquela que, quando as esperanças estavam perdidas, aprendeu a voar.
4h da manhã de um dia normal, uma lembrança brotou, o tempo passou, me desculpe, precisei partir.
Meu coração quebrou, me desculpe por essa noite, me desculpe por uma vida.
Estou aqui em sua janela de pensamentos, abri em seus sonhos, 4h da manhã e à minha única lembrança é a melhor forma de mostrar o que eu não soube guardar.
Uma vida em lembranças afogadas.
Minha porta de pensamentos estará aberta para você, jamais desejar esquecer.
4h da manhã e eu estou aqui tão só, ingratidão a minha...